Uma virtualização de servidores sem intermediários

Indicações de virtualização codificadas como parte do kernel

A grande diferença entre os Servidores Privados Virtuais KVM e a maior parte dos servidores virtuais é mesmo a tecnologia de virtualização. Graças aos KVM, o servidor não requer um programa virtualizador adicional para ser executado- ao invés as instruções de software necessárias são processadas como uma parte indivisível do SO do host. O tal tipo de abordar o problema baixa notavelmente aquela quantidade dos recursos que o servidor há de reservar para a execução de programas complementários de maneira que estes recursos ficam disponíveis em benefício às máquinas virtuais. A falta desta camada de comunicação extra também minimiza o tempo de atraso de entrada/saída, aumentando efetivamente a celeridade do Servidor VPS.
Uma virtualização de servidores sem intermediários

Acesso livre aos recursos do servidor reservado

Disponibilidade dos recursos de servidor assignado especialmente para você

A moderna tecnologia virtualizadora dedicada à criação de KVM Virtual Private Servers faz possível a utilização otimizada dos recursos de servidor que há. O sistema KVM é compilado de forma direta no SO do servidor físico e faz para as máquinas virtuais se comunicar com o hardware de forma não mediada, sem a necessidade de usar um elo de virtualização para cada solicitação. Tal simplificação da comunicação redundante faz possível conseguir um desempenho VPS muito mais rápido.
Acesso livre aos recursos do servidor reservado

Controle completo sobre o sistema operacional

Plena liberdade na instalação daquele SO que tiver selecionado

Uma das limitações dos Servidores Privados Virtuais, em comparação com servidores reservados resulta ser o próprio sistema operacional – geralmente você só pode fazer uma escolha entre os sistemas operacionais que o provedor tem. Por meio de um KVM VPS, não obstante, é alcançável implementar praticamente qualquer sistema operacional que é compatível com as especificações do seu servidor e do hardware do servidor mestre. Isso é possível por meio do algoritmo sem-segundo no qual é baseada a tecnologia KVM. KVM forma parte integrante do SO do anfitrião, que vem ajudar para se conseguir manter uma comunicação direta entre as máquinas hóspedes e o hardware, sem a necessidade de um outro nível de comunicação, utilizado no resto dos métodos de virtualização.
Controle completo sobre o sistema operacional
  • Centro de Dados em EUA
  • Centro de Dados em EUA

    Steadfast, Chicago, IL